O primeiro-ministro assinalou este domingo o Dia Internacional Contra a Homofobia e Transfobia com uma mensagem em que salienta que uma sociedade “verdadeiramente livre” não discrimina ninguém e em que promete combate a todas as formas de ódio.

“Uma sociedade verdadeiramente livre e tolerante é aquela que aceita todos como iguais e não discrimina ninguém. Neste Dia Internacional de Luta contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia, reafirmamos o empenho no combate a todas as formas de ódio”, escreveu António Costa no Twitter.

O Dia Mundial de Luta Contra a Homofobia e a Transfobia é assinalado este domingo, numa altura em que a Agência Europeia de Direitos Fundamentais (FRA) alerta para a persistência de níveis altos do medo, violência e discriminação na Europa. Para assinalar a data, a ILGA refere os resultados de um inquérito realizado em Portugal, em que 68% das pessoas confirmam que o preconceito e intolerância desceu no país nos últimos cinco anos, muito acima da média europeia, que é de 40%.

Contudo, esta associação defende que “tal não significa que o país já seja aberto e seguro para a visibilidade das pessoas LGBTI e das suas famílias, já que “mais de metade das pessoas (57%) evitam frequentemente ou sempre andar na rua de mãos dadas com a/o parceira/o do mesmo sexo em Portugal”. O Governo também se juntou a esta data, tendo iniciado na sexta-feira uma campanha de “tolerância zero” contra a discriminação de pessoas LGBTI.

A campanha DireitosLGBTISãoDireitosHumanos estará visível nas redes sociais e conta com um vídeo de apelo ao respeito pelos direitos das pessoas Lésbicas, Gay, Bissexuais, Transgénero e Intersexo (LGBTI), filmado por figuras públicas e representantes de ONG que trabalham com esta comunidade.