O governo da Áustria deu hoje este sábado verde à possibilidade de realização das primeiras duas corridas do Mundial de Fórmula 1 de 2020 a 05 e 12 de julho, após o adiamento do arranque do campeonato devido à covid-19.

“As duas corridas de F1 nos dias 05 e 12 de julho em Spielberg, decorrerão sem espetadores”, indicou o ministério da saúde da Áustria, em comunicado.

No entanto, esta aprovação está sujeita ao cumprimento de regras de segurança. As equipas viajarão em voos fretados para o efeito, que aterram na base aérea próxima do circuito. Os elementos do paddock terão de ser testados à covid-19 e cada equipa ficará confinada aos seus próprios alojamentos.

Depois das duas corridas na Áustria deverá seguir-se o GP da Alemanha. Estão, também, a ser preparadas duas corridas em Silverstone, na Grã-Bretanha, em julho e agosto, antes do GP da Hungria, a 9 de agosto. O calendário, que está a ser negociado, deverá ter 18 corridas e terminar a 13 de dezembro, em Abu Dhabi.

O início do Mundial de F1 estava previsto para o passado dia 15 de março, na Austrália, mas a prova foi cancelada devido à covid-19. Ao todo, já foram canceladas ou adiadas dez das 22 corridas da temporada.