Morreu este sábado aos 75 anos o artista plástico português José Barrias, confirmou ao Observador um familiar do artista.

José Barrias morreu em Milão, cidade onde vivia desde 1968.

Nascido em Lisboa em 1944, José Barrias estudou no Porto antes de ter abandonado Portugal e se mudar para Paris. Depois de uma curta passagem pela capital francesa, o artista fixou-se em Milão em 1968, onde viveria o resto da vida.

Recentemente, entre novembro e dezembro de 2019, o CAAA – Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, em Guimarães, tinha recebido a última exposição do artista: “Escrever com a Luz: Notas para a Biografia de uma Sombra“.

O artista explorou diversos meios, incluindo a pintura, o desenho e a escultura, mas também a fotografia, o filme e até o texto. Em comum, a obra de José Barrias inclui uma forte componente autobiográfica.

José Barrias representou Portugal nas Bienais de Paris (1980) e de Veneza (1984).