União Europeia e China vão celebrar em 22 de junho, por videoconferência, uma cimeira que esteve agendada para março, mas foi adiada devido à pandemia da Covid-19, anunciou esta terça-feira o porta-voz do presidente do Conselho Europeu.

“Na segunda-feira 22 de junho, o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, vai celebrar a 22.ª cimeira UE-China juntamente com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, através de videoconferência”, anunciou o porta-voz na rede social Twitter.

No início do mês, a Comissão Europeia já indicara que estava a trabalhar com Pequim com vista à celebração de uma cimeira bilateral ao nível de líderes das instituições, tendo então fontes europeias avançado que a mesma deveria celebrar-se ainda em junho, mas depois do Conselho Europeu agendado para a próxima sexta-feira, 19 de junho.

Este encontro de alto nível entre os dirigentes de Bruxelas e Pequim é distinto da cimeira com a China que a presidência alemã do Conselho da UE, no segundo semestre do ano, tinha previsto celebrar em setembro, em Leipzig, e que a chanceler Angela Merkel decidiu no início deste mês adiar devido à pandemia da Covid-19, para data a definir.