A Câmara Municipal de Lisboa garantiu esta sexta-feira que as escolas da cidade estão seguras para as atividades de verão e para o novo ano letivo.

“A autarquia criou um grupo de acompanhamento profilático das escolas para ajudar os Agrupamentos de Escolas a implementar os seus planos de contingência, assim como a distribuição de equipamentos de proteção individual para a comunidade escolar”, dá conta uma nota enviada às redações pelo gabinete do vereador da Educação, Manuel Grilo (BE).

O município deslocou-se nas últimas semanas “a todas as 93 escolas públicas de responsabilidade municipal em funcionamento no concelho (jardins de infância e EB1), de modo a fornecer os equipamentos de proteção individual”, deu formação para “a utilização correta destes equipamentos e ajuda com a implementação dos planos de contingência”, lê-se na nota.

As escolas de 1.º ciclo terão Componente de Apoio à Família (CAF) a partir do dia 29 de junho, pelo que o município vai, a partir da próxima semana efetuar inspeções para “assegurar a segurança de todos os equipamentos escolares da cidade”.

Segundo o vereador Manuel Grilo, citado no comunicado, “estas visitas e apoio são um nível extra de proteção que acresce ao enorme trabalho das escolas e das juntas de freguesia”.

“Assim teremos a certeza que o ano letivo termina com todo o apoio necessário para as escolas em funcionamento. Também teremos a certeza que o próximo ano letivo começará com todas as garantias para as crianças que vão regressar às aulas presenciais”, conclui o vereador bloquista, que tem um acordo de governação da cidade com o PS.