A BlackBerry é como a Nokia: há 10 anos, a marca era amplamente conhecida e tinha no mercado alguns dos produtos mais cobiçados. Contudo, agora, para ter smartphones ainda depende de outra marca, a TCL, e as novidades já não são tantas. Mesmo assim, mantém-se à tona e prova disso é o recém-anunciado BlackBerry com tecnologia 5G.

A notícia foi avançada por Peter Franklin, presidente executivo da OnwardMobility, a startup norte-americana que está por detrás do projeto, numa entrevista ao The Register. De acordo com Franklin, apesar de o smartphone ter novidades como 5G ou utilizar o sistema operativo Android, da Google, vai manter aquilo que os fãs da marca mais gostavam: o teclado físico completo, com teclas para cada letra. Sim, botões físicos e não um ecrã tátil, como antigamente.

O mais importante para nós não é apenas tornar o dispositivo mais seguro e produtivo, mas também ser um dispositivo de uso diário”, explica Franklin.

O executivo adianta que este novo equipamento vai ter “uma câmara topo de gama e as outras especificações que se espera de um telemóvel para uso diário”. “Ao mesmo tempo, sabemos que devemos ser competitivos, assim como nossos preços”, refere também.

BlackBerry deixa de fabricar telemóveis para se dedicar ao software

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Depois de, em 2016, a BlackBerry ter anunciado que não ia mais fabricar telemóveis, foi a TCL que manteve a marca no mercado. Desde aí, a empresa que dá o nome aos telemóveis ficou apenas a fazer software tendo, inclusivamente, processado o Facebook em 2018. Na altura, a notícia chegou aos jornais por esta empresa acusar o Facebook, que detém o Messenger, o WhatsApp e o Instagram Direct, de infringir patentes que a empresa tem ligados ao BBM (BlackBerry Messenger), outrora uma das plataformas de mensagens mais utilizadas em todo o mundo.

Facebook: “Blackberry abandonou os esforços de inovar e agora quer taxar a inovação dos outros”

Agora, a empresa chinesa TCL vai perder os direitos da marca BlackBerry a 31 de agosto. Sob esta marca, o último dispositivo Blackberry lançado foi o KEY2 LE, em agosto de 2018. Este novo smartphone, como revela o The Verge, que ainda não tem nome, vai ser fabricado pela FIH Mobile, uma subsidiária da fabricante Foxconn, de Taiwan. Espera-se que esteja disponível na América do Norte e Europa “no primeiro semestre de 2021″.