A incidência acumulada de Covid-19 baixou em oito dos nove municípios da Comunidade de Madrid com as restrições de mobilidade implementadas desde a entrada em vigor do estado de emergência, anunciaram esta terça-feira as autoridades locais.

A exceção foi o município de Torrejón de Ardoz, onde a incidência aumentou 25,27% em relação à semana anterior, ao contrário do verificado em Madrid, Alcobendas, Alcorcón, Fuenlabrada, Getafe, Leganés, Móstoles e Parla.

De acordo com a última atualização do mapa epidemiológico, a maioria das localidades sujeitas a restrições de mobilidade desde 2 de outubro viram baixar a incidência acumulada de casos nos últimos 14 dias por 100 mil habitantes em relação à semana anterior.

Getafe, com uma descida de 27,25%, e Leganés, com 19,45% foram os municípios com uma descida mais acentuada, sendo que em todos os outros o valor ficou entre os 10% e os 20%. Ainda assim, em Torrejón de Ardoz verificou-se um aumento de mais de 25% com uma incidência de 456 casos por 100 mil habitantes, quando na semana passada era de 364.

As limitações de circulação estão em vigor desde 2 de outubro, exceto durante as cerca de 24 horas que mediaram a recusa de ratificar as restrições de mobilidade por parte do Tribunal Superior de Justiça de Madrid, em 8 de outubro, e a declaração do estado de emergência para voltar a aplicar essas mesmas medidas, no dia seguinte. São três os critérios das autoridades para aplicação das medidas: ultrapassar os 500 contágios por 100 mil habitantes nos 14 dias anteriores, ter mais de 10% de positivos nos testes realizados e ocupação das Unidades de Cuidados Intensivos locais acima de 35%.