Foi um momento raramente visto: instantes depois de Manuel Mota apitar para o final do Farense-FC Porto, confirmando a vitória dos dragões que garantiu o segundo lugar isolado à frente do Benfica, Pepe foi naturalmente cumprimentar os colegas de equipa. Um dos primeiros foi Loum, que entrou já durante o período de descontos. Quando se aproximou do senegalês, foi surpreendido por algumas palavras e os dois acabaram por se envolver numa discussão acesa, em pleno relvado, que só terminou com a intervenção do árbitro e dos jogadores do FC Porto.

Depois do desentendimento, Loum procurou sair de imediato do relvado, em direção ao balneário, mas foi impedido por um elemento da equipa técnica do FC Porto, permanecendo em campo. Já Pepe, que ainda foi acalmado por Uribe e Marchesín, tirou a braçadeira e abandonou o terreno de jogo acompanhado por Taremi. Os dragões acabaram por não realizar a habitual roda que une jogadores, equipa técnica e staff e Loum desceu em passo de corrida para o balneário, sendo seguido por outros elementos do plantel, como Diogo Leite e Diogo Costa.

Já na flash interview, Sérgio Conceição comentou o episódio e garantiu que não existe “nada para explicar”. “São coisas normais do futebol onde dois jogadores da mesma equipa têm opiniões diferentes. Foi aquele momento de desentendimento. Estamos a falar de uma equipa que tem caráter, tem personalidade e isto foi demonstrativo desse caráter”, disse o treinador dos dragões, completando a ideia já na conferência de imprensa. “Essa liderança é assumida por mim. Obviamente, as coisas resolvem-se dentro da nossa casa. É um episódio que não é bonito de se ver, mas que acontece no futebol. Para resolver a situação, que está praticamente resolvida, estou cá eu e o grupo de trabalho. Não há problema absolutamente nenhum. Preferia que não acontecesse, mas faz parte do futebol”, indicou.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Tem vários nomes mas não se chama nem Jesús, nem Corona, nem Tecatito: é só um artista (a crónica do Farense-FC Porto)

Mais tarde, cerca de duas horas depois do final do jogo, Loum comentou a situação nas redes sociais e pediu desculpa. “Gostaria de pedir desculpas a todos os fãs do FC Porto pelo infeliz incidente que ocorreu esta noite. Isso nunca deveria ter acontecido. O Pepe é um irmão mais velho e eu aprendi muito com ele. Às vezes, o desejo de ganhar um jogo faz com que algumas coisas lamentáveis aconteçam de um lado ou do outro. Eu sempre fui um modelo de disciplina e devoção no clube e pretendo mantê-lo assim”, escreveu o senegalês, acrescentando uma fotografia onde surge com o central internacional português.

Sobre o jogo, Sérgio Conceição explicou que este foi um “jogo bem conseguido” por parte do FC Porto. “Entrámos muito bem e mostrámos personalidade e caráter. Criámos muitas situações de golo. Pena esta exibição não ser ilustrada com outro resultado. Foi das melhores exibições que fizemos fora de portas. Os meus jogadores estão de parabéns”, atirou o treinador, sublinhando depois o impacto que os casos de Covid-19 têm tido no plantel.

“A boa notícia recebemos na véspera quando disseram que não havia mais casos de Covid-19. Chegámos à véspera de um jogo e quando delineámos uma determinada estratégia e nos vemos privados de alguns elementos… As coisas não são fáceis, mas é o que temos. É estarmos atentos e todas as normas são para ser respeitadas. Estou muito contente por estes três pontos e é um gosto vir aqui ao São Luís, um estádio mítico onde eu também tive a oportunidade de defender o FC Porto enquanto jogador”, completou o técnico.

Com esta vitória, que marcou o regresso do FC Porto aos resultados positivos depois do empate com o Benfica e a derrota com o Sporting, a equipa de Sérgio Conceição aproveitou o deslize do Benfica na Luz com o Nacional e assumiu o segundo lugar isolado da classificação, com mais dois pontos do que os encarnados. Os dragões têm agora 20 vitórias em 27 partidas esta temporada e chegaram ao 9.º encontro consecutivo sem perder para a Primeira Liga, tornando-se a quinta melhor equipa do top 6 de ligas europeias neste particular: num ranking que é liderado pelo Sporting, que ainda não sofreu qualquer derrota para o Campeonato.

(artigo atualizado às o0h25 com a publicação de Loum na rede social Twitter)