Foi uma das caras da tomada de posse de Joe Biden, há cerca de uma semana. Amanda Gorman, de apenas 22 anos, tornou-se a mais nova poetisa a declamar na tomada de posse de um novo presidente dos Estados Unidos e The Hill We Climb, o poema que leu no Capitólio e que chegou ao mundo inteiro, depressa a tornou uma celebridade. Agora, Gorman vai tornar-se a primeira poetisa a participar no Super Bowl na história do jogo mais importante do futebol americano.

A novidade foi dada esta quarta-feira pela própria NFL, que anunciou que a poetisa vai recitar um poema da própria autoria antes do início do jogo entre os Tampa Bay Buccaneers e os Kansas City Chiefs. Em Tampa, no próximo dia 7 de fevereiro, a vencedora da primeira edição do National Youth Poet Laureate vai ler um poema que homenageia três pessoas que não pararam de trabalhar e ajudar a comunidade durante a pandemia. O professor Trimaine Davis, a enfermeira Suzie Dorner e o marine James Martin personalizam todos os profissionais que estiveram na linha da frente do combate à Covid-19 — sendo que, além de serem o tema do poema de Amanda Gorman, também vão participar na moeda ao ar, antes do jogo, para decidir quem inicia a partida.

Tom Brady, o número 12 de 43 anos que vai pela décima vez ao Super Bowl e só quer voltar a ganhar

“Davis garantiu que todos os seus alunos e respetivas famílias, em Los Angeles, tinham computadores e acesso à internet, para além de que também deu workshops de tecnologia para ensinar muitas pessoas a utilizar esses equipamentos. Dorner, que perdeu dois avós para a Covid-19, é a enfermeira-chefe dos Cuidados Intensivos para doentes Covid no Tampa General Hospital e representa os profissionais de saúde espalhados por todo o país. Martin ajudou veteranos, atletas do ensino secundário e comunidades juvenis a comunicarem virtualmente através do Wounded Warrior Project e de eventos transmitidos em direto em Pittsburgh. Voluntariou-se para transmitir em direto todos os jogos em casa da equipa de futebol americano do Aliquippa High School para que as famílias pudessem assistir. Também tem ajudado crianças carenciadas no bairro onde vive”, pode ler-se no comunicado da NFL, que também inclui declarações de Roger Goodell, o comissário da liga de futebol americano.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Durante este tempo incrivelmente desafiante das nossas vidas, Trimaine, Suzie e James exemplificaram a essência da liderança, cada um à sua maneira. Estamos gratos pela sua dedicação e orgulhosos por partilhar as suas histórias e reconhecê-los durante este momento especial no Super Bowl”, disse Goodell. Amanda Gorman, que teve um pico de popularidade na última semana e foi considerada “a voz da América” na sequência da participação na tomada de posse de Joe Biden, também assinou entretanto pela IMG Models, uma agência de modelos que vai agora gerir a imagem pública da poetisa.