O primeiro modelo da Skoda assente na plataforma MEB da Volkswagen tem chegada ao mercado português prevista para o próximo mês de Maio, com preços que se iniciam nos 35.813€ exigidos pelo Enyaq 50 iV, crossover equipado com uma bateria de 55 kWh e um motor eléctrico de 109 kW (148 cv) e 220 Nm, cuja autonomia homologada em WLTP é de 355 km/h.

A oferta prossegue com o Enyaq 60 iV, cuja potência sobe para 132 kW (180 cv) e o binário máximo passa para 310 Nm, o que permite a esta versão baixar os 0-100 km/h para 8,7 segundos, menos 2,6 segundos que o modelo de acesso à gama. O alcance entre recargas também é incrementado (413 km), cortesia do recurso a um acumulador de 62 kWh. Esta versão intermédia é proposta por valores a partir de 39.840€.

Já o Enyaq 80 iV constitui a proposta mais apelativa para quem procura mais potência e, simultaneamente, a capacidade de percorrer maiores distâncias entre recargas. Alimentado por um pack de baterias com 82 kWh de capacidade, este Skoda é comercializado por valores desde 46.440€, mas oferece em troca 150 kW (204 cv) de potência e 537 km de autonomia – o alcance máximo homologado pelo crossover checo em WLTP. Face ao 60, o ganho na aceleração de 0-100 km/h é despiciendo (8,7 segundos contra 8,6) e a “força” disponibilizada também não sofre quaisquer alterações (310 Nm).

Skoda Enyaq iV é um EV completo. Até tem grelha iluminada

Em qualquer dos casos, a velocidade máxima está limitada a 160 km/h e a tracção é sempre traseira, estando previsto que as versões com tracção integral cheguem posteriormente a Portugal, em data ainda por anunciar. Quanto ao recarregamento, a bateria pode ser carregada por corrente alterna (AC), até uma potência de 11 kW, ou por corrente contínua (DC), até 125 kW. Isso permite, por exemplo, que a bateria de 82 kWh possa ir de 0 a 80% da capacidade em apenas 38 minutos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O Enyaq 4×4 vai ser proposto com potências de 195 kW (265 cv) e 425 Nm ou 225 kW (306 cv) e 460 Nm, ambos a anunciarem 460 km de autonomia entre visitas ao posto de carga, com a diferença, em termos de prestações, a residir no facto de o topo de gama, denominado Enyaq RS iV, cumprir o sprint de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos, ao passo que o 80x executa o mesmo exercício em 6,9 segundos. O Enyaq RS iV é também a única versão cuja velocidade máxima está limitada a 180 km/h.

Sabendo-se que uma das fragilidades dos veículos eléctricos reside na sua capacidade de rebocar, a Skoda destaca que o Enyaq lida sem problemas com reboques com peso até 1400 kg (8% de declive) ou 1200 kg (inclinação de 12%).

No interior, o destaque vai para o ecrã central de 13 polegadas, a partir da versão 60, o que constitui o maior dos displays de qualquer um dos modelos da marca, como sempre acompanhado das soluções Simply Clever do construtor de Mladá Boleslav. Neste caso, especificamente projectadas para satisfazer as necessidades associadas a um veículo 100% eléctrico. Daí o limpa-cabo de carregamento ou o compartimento para o cabo de carregamento que se encontra debaixo do piso da bagageira.