Mais de 380 trabalhadores com funções “prioritárias” na Câmara do Funchal, incluindo bombeiros e de outros departamentos, já foram vacinados contra a Covid-19, informou esta quarta-feira a autarquia.

“No seguimento do plano de vacinação contra a Covid-19, já foram vacinados 385 trabalhadores da Câmara Municipal do Funchal que desempenham funções consideradas prioritárias e de risco”, refere a nota divulgada pelo principal município da Madeira.

O gabinete da presidência da Câmara do Funchal, que é governada pela coligação Confiança (PS, BE, PDR e Nós, Cidadãos!) enuncia que foram já administradas as vacinas a 129 elementos dos Bombeiros Sapadores do Funchal, 191 trabalhadores do departamento de Ambiente, 57 do de Águas e oito da Proteção Civil.

A Câmara do Funchal está a gerir este processo em estreita colaboração com a autoridade de saúde regional, numa postura exemplar de cooperação que tem existido sempre, com vista à salvaguarda dos serviços essenciais prestados pelo município à população e que foram garantidos no terreno desde a primeira hora da crise pandémica”, afirma o responsável da autarquia, Miguel Silva Gouveia, citado na nota.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O presidente acrescenta que a segunda fase do plano vai abranger outros 164 trabalhadores do departamento de Ambiente e mais 29 do das Águas.

O autarca destaca a resposta que os funcionários camarários deram “ao longo do último ano, nas circunstâncias difíceis” da pandemia, salientando que “nunca pararam, continuaram a exercer a sua atividade profissional e, com a sua coragem, profissionalismo e capacidade de adaptação, foram e são a razão do irrepreensível funcionamento de todos os serviços essenciais da câmara durante estes momentos”.

Em 21 de agosto de 2020, no âmbito das comemorações do dia da cidade do Funchal, o município distinguiu com medalhas de mérito municipal — grau ouro os funcionários que “estiveram ao serviço durante o estado de emergência”.

De acordo com os últimos dados divulgados na terça-feira pela Direção Regional da Saúde, a Madeira reportou 30 novos casos de Covid-19, 29 recuperações e 185 situações suspeitas, registando o arquipélago um total de 308 infeções ativas, com oito doentes hospitalizados.