Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Durante a pandemia, foi um hospital de campanha e, mais recentemente, palco da cimeira social europeia, mas desta vez o Pavilhão Rosa Mota é o ponto de partida de uma experiência diferente, não recomendada a quem tem medo das alturas. A sua icónica cúpula era visitada por poucos de forma informal e até clandestina. Com a renovação do edifício, reinaugurado em outubro de 2019, o ponto mais alto do também conhecido como Palácio de Cristal tornou-se ainda mais apetecível.

As estreitas escadas de betão que dão acesso ao varandim foram aumentadas e metalizadas, os corrimãos cresceram e agora há guias turísticos que explicam, do ponto de vista histórico, arquitetónico e cultural, a paisagem que se observa a 30 metros de altitude. A equipa de entendidos na matéria pertence à Porto Secrets Spots, empresa responsável por promover visitas guiadas a locais improváveis e pouco conhecidos na cidade, como o arco da Ponte da Arrábida, que a partir desta sexta-feira inaugurou uma experiência que desafia as vertigens de qualquer um.

Envolto em polémica, lá se ergueu o novo (velho) Pavilhão Rosa Mota

Esta viagem começa na porta 3. Leve sapatilhas, roupa confortável e algum fôlego, pois o objetivo é que suba 196 degraus. No caminho, irá conhecer a história do icónico edifício, construído nos anos 50 do século XX, através de um vídeo com imagens antigas, e durante a subida pode ainda tocar num dos 768 óculos de vidro que compõem a cobertura semiesférica esverdeada, desenhada pelo arquiteto José Carlos Loureiro.

© Rui Oliveira

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Quando chegar ao destino, prepare-se para uma vista altamente instagramável que inclui o Douro, o Mosteiro da Serra do Pilar, a Ponte da Arrábida ou as caves do vinho do Porto. Num plano mais longínquo, numa espécie de teste ao seu poder de observação, atente ainda à Torre dos Clérigos, à Igreja da Lapa, à Casa da Música ou ao Museu Nacional de Soares dos Reis.

As visitas duram 40 minutos e realizam-se todas as tardes, até ao pôr do sol, para grupos até 13 pessoas, a partir dos 12 anos. No entanto, só acontecem se o vento não soprar a mais do 35 km/hora e se não houver concertos no pavilhão, uma vez que o trajeto passa pelos camarotes e há que evitar o cruzamento de públicos.

© Rui Oliveira

No futuro, a Porto Secrets Spots pretende organizar subidas à cúpula durante o nascer do sol e também nas noites de lua cheia, estando ainda por decidir se em dias de chuva, o programa é ou não mantido. A empresa portuense revela ainda que o Instituto de Geofísica da Universidade do Porto ou a Torre da Altice, com 177 metros de altitude, ambos situados em Vila Nova de Gaia, podem ser as próximas moradas a serem exploradas.

Rua D. Manuel II, Porto. Tel.: 22 050 3257. Quarta a domingo, a partir das 15h até às 20h. Preço: 12,50€/pessoa. Bilhetes à venda no local e na Ticketline.