Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

É uma iniciativa inovadora e que surge após uma colisão em massa de aves migratórias que embateram contra vários edifícios em Filadélfia, no estado da Pensilvânia. A “Bird Safe Philly” prevê que os proprietários dos prédios mais altos da cidade desliguem as luzes durante a noite, desde a meia-noite até às 06h da madrugada.

As luzes fazem com que os pássaros fiquem confusos e “assoberbados”, de acordo com Robert Peck, membro da Academia de Ciências Naturais da Universidade de Drexel. “Eles veem todas essas luzes em direção deles. E aí voltam para trás e voam contra edifícios e paredes”, explica o especialista à CNN.

A Filadélfia é um ponto pelo qual passam várias rotas de aves migratórias. Na primavera, elas direcionam-se de sul para norte do território norte-americano, enquanto no outono fazem o percurso contrário. Em ambas as estações, o clima da cidade costuma ser chuvoso e nublado, o que leva os pássaros a voar em altitudes mais baixas — e isso também potencia que se esbarrem contra um edifício.

No passado outono, foram encontrados mortos várias aves nas ruas de Filadélfia. “O chão estava cheios de pássaros mortos”, descreve Robert Peck, que acrescenta: “É uma viagem difícil para os pássaros de qualquer maneira. A última coisa que eles precisam fazer é encontrar edifícios bem iluminados”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR