Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Portugal está a manter um ritmo de vacinação muito próximo e até ligeiramente acima da média da União Europeia. Até ao início de junho, dois em cada cinco portugueses (40,72%) receberam pelo menos uma dose da vacina e um quinto (21,23%) já tem a vacinação completa.

Quer isto dizer que Portugal está com uma taxa de vacinação completa próxima, e ligeiramente acima, da média da União Europeia, que é de 20,62%, noticia esta terça-feira o Público, com base nos números comparados pela iniciativa Our World in Data, da Universidade de Oxford. Quanto à primeira dose, terá sido administrada, até agora, a 40,8% da população da UE.

Os valores do início de junho indicam ainda que Portugal, que já administrou 6,3 milhões de doses de vacinas, esteve nos últimos dias com uma média de 0,8 doses por 100 mil habitantes, enquanto a UE segue com um ritmo de 0,72 doses.

O mesmo ranking mostra que a Malta e a Hungria (o único país que recusou fazer parte do contrato conjunto para compra de vacinas em 2023, adquirindo também doses da China e da Rússia, não autorizadas pela UE) estão no topo dos países com mais vacinas administradas.

O Reino Unido, que saiu da UE, também mostra números bastante mais elevados do que a média europeia (59,41% têm a primeira dose e 40,75% receberam a vacinação completa).

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR