A PSP apreendeu, no âmbito de uma investigação criminal sobre a prática de crimes de venda ‘online’ de armas proibidas no concelho de Braga, 50 facas de abertura automática, tendo o suspeito sido constituído arguido.

Em comunicado, a PSP esclarece esta sexta-feira que deu, na quinta-feira, cumprimento a mandatos judiciais por suspeita da prática dos crimes de venda ‘online’ de armas de classe A — proibidas, nomeadamente, bastões extensíveis e armas brancas (facas), no concelho de Braga.

No decorrer da ação, o Departamento de Armas e Explosivos executou um mandado de busca e apreensão domiciliário e três mandados de busca e apreensão não domiciliários.

Segundo a PSP, durante a busca domiciliária, num local usado pelo suspeito como espaço comercial, foram apreendidas 50 facas de abertura automática.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O suspeito foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de Termo de Identidade e Residência, até receber notificação de comparência pelos serviços do Ministério Público do Tribunal da Comarca de Vila Verde.

A entidade comercial em causa também foi constituída arguida, acrescenta a PSP.