A investigação às ameaças e os insultos proferidos ao presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, estão a ser investigadas pela Unidade Nacional Contra Terrorismo (UNCT) da Polícia Judiciária não só por estar em causa uma alta figura do Estado, mas também por envolver uma “questão ideológica”, apurou o Observador junto de fonte policial.

“Ferro Rodrigues é uma alta figura do Estado e foi publicamente vexado e humilhado o que só por si justificava que o inquérito nos fosse atribuído”, disse uma fonte da UNCT ao Observador. Por outro lado, o episódio quando relacionado com outros que têm acontecido nos últimos meses mostra que foi motivado por uma questão ideológica. ” E a PJ atua contra todos os movimentos anti-sistema, mais à esquerda ou à direita, quando têm expressão”, acrescentou.

A mesma fonte adiantou que ainda recentemente também o coordenador da Task Force para a vacinação contra a Covid-19, o vice-almirante Gouveia e Melo, foi apupado junto a um centro de vacinação em Odivelas, mas que esse episódio não foi valorizado pela Polícia Judiciária. Já o episódio que no sábado envolveu Ferro Rodrigues está a ser tratado pelos investigadores desta polícia que se dedicam a casos de terrorismo. A juntar  a este caso, há outros episódios a merecerem a atenção da Judiciária, — como aquele em que um juiz Rui Fonseca e Castro, que se encontra suspenso também pela sua posição negacionista, se insurgiu contra a PSP aplaudido por um grupo de pessoas.

Um dos movimentos que está a ser acompanhado pela polícia é o Movimento Defender Portugal — um movimento que se tem revelado negacionista e que tem organizado várias manifestações contra as medidas que o Governo tem aprovado contra a pandemia e que na rede social Facebook, por exemplo, conta já com mais de 18 mil membros a gostar da página, entre eles médicos e advogados. A Judiciária suspeita que alguns dos seus elementos possam ter estado no “ataque” ao presidente da Assembleia da República.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.