Índice

    Índice

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Nasceu em janeiro de 2015 pela mão de Sacha Michaud e de Oscar Pierre e quatro anos depois está presente em 124 cidades de 21 países, emprega mais de mil pessoas no mundo e conta com uma rede de 35 mil estafetas. A Glovo — app que permite aos utilizadores comprar, receber e enviar várias coisas através de um serviço de estafeta — convenceu vários investidores internacionais a financiarem a expansão da startup espanhola em cerca de 300 milhões de euros. Em entrevista exclusiva ao Observador, o cofundador Sacha Michaud diz que o negócio já é positivo no sul da Europa, ou seja, que os serviços que prestam já fazem mais dinheiro do que o que custam, mas não avança valores. Num mercado que tem como principal concorrente no segmento de restauração a Uber (com o serviço UberEats), explica que isso tem feito com que cresçam mais “com muito menos dinheiro”. O objetivo, agora, é continuar a crescer, consolidar o negócio, para daqui a dois ou três anos, ter lucro — mas isto se não mudarem de ideias antes.

Com mais de 20 anos de experiência em empresas tecnológicas, o empreendedor explica que teve “sorte”, porque quando olha para trás vê “mais fracassos do que sucessos”. Ainda assim, depois de ter estado durante nove anos na Betfair, lançou a Glovo em Barcelona, cidade onde hoje emprega mais de 400 pessoas, e conta atualmente com 5,5 milhões de utilizadores ativos na aplicação e conta com 16 mil parceiros. Para Portugal — país no qual opera desde 2017 –, não descarta possibilidades de futuro, quer seja para instalar as mais recentes novidades da empresa — os dark supermarkets e as cook rooms –, quer seja para um novo hub tecnológico. “O que Portugal fez com o ecossistema tecnológico é um caso de estudo muito bom para a Europa”, afirmou. Apesar do crescimento, admite que tem aprendido “muito mais com os erros do que com as coisas que correm bem”.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.