O primeiro-ministro falou, na quarta-feira, pela primeira vez sobre o grande incêndio de Monchique, quando este já lavrava há cinco dias. Numa conferência de imprensa realizada pouco depois da 13h00 de 8 de agosto, António Costa disse que o fogo de Monchique foi a “exceção que confirmou a regra do sucesso da operação que decorreu ao longo de todos estes dias”.

Após a conferência de imprensa, muitos dos artigos jornalísticos sobre a conferência de imprensa tinham essa frase no título (era o caso, aliás, do Observador). Os excertos escolhidos nas peças televisivas também incluíam a frase e o mesmo aconteceu com peças de rádio. A frase foi, naturalmente, polémica, e, como habitual, ganhou expressão nas redes sociais.

Perante a polémica, o gabinete do primeiro-ministro enviou uma nota à comunicação social a afirmar que, no entender do primeiro-ministro, as suas declarações foram “descontextualizadas e deturpadas”.

[Veja o nosso fact-check em vídeo]

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.

IFCN Badge