Ainda que não estejamos em épocas festivas, é habitual diversas marcas iniciarem campanhas de promoção. A 15 de setembro deste ano, surgiu uma publicação que referia isso mesmo: “Restam 869 SMART QLED TV com desconto de 99%. A gigante Amazon assinou um acordo com a Samsung em Portugal e oferece [estes televisores] aos primeiros mil participantes com condições únicas.” O preço daquele equipamento fica-se então pelos dois euros. Bastaria responder a um questionário. Mais nenhuma informação adicional é dada. Ainda assim, trata-se de uma publicação falsa.

Publicação viral promove uma campanha da Amazon e da Samsung que não existe.

Há várias informações e contradições nesta publicação. Primeiro, a Amazon não é uma empresa “de internet”. É da área da tecnologia — ainda que tenha outras áreas como a de e-commerce ou streaming — e está baseada em Seattle. Depois, o preço real do equipamento eletrónico não é demonstrado. Finalmente, existe outro elemento que pode indicar uma campanha fraudulenta: o pedido para se responder a um inquérito online.

É aqui que entra a Samsung, nomeadamente a representante portuguesa com quem o Observador falou. “Não temos qualquer informação relativamente a esta campanha, à qual [a empresa] é totalmente alheia. Desconhecemos os seus termos e foi idealizada sem o envolvimento ou consentimento da Samsung. Poderá estar em causa uma ação de phishing”, refere. O que é então o phishing? Um técnica que utiliza a manipulação ou a fraude com recursos à internet. Por outro lado, a Samsung não teve campanhas com semelhantes valores envolvidos.

Esta campanha também chegou a Espanha e também se revelou como falsa, tal como demonstra o fact-checker espanhol Newtral. O fact checker explica que a página do questionário pede que o utilizador insira alguns dados, tal como o número de telefone ou até informações bancárias o que, por si só, já pode ser considerado como duvidoso. Tal como a representante portuguesa da marca de telemóveis, a Samsung espanhola também negou qualquer envolvimento com esta campanha.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Outra das informações que surge numa publicação semelhante à original é a de que a marca celebra 50 anos de existência este ano. Quer em Portugal, quer em Espanha, essa data está errada. “Em Portugal celebrará, em 2022, o seu 40º aniversário desde o início da comercialização de equipamentos de eletrónica de consumo da marca em território nacional”, conclui aquela marca. Em Espanha, é referida outra idade: 52 anos desde a fundação da marca-mãe, que tem sede em Suwon.

Conclusão

Não é verdade que a Amazon e a Samsung tenham criado uma campanha de desconto de televisões com um preço de dois euros. Essa campanha foi desmentida anteriormente em Portugal mas também cá, depois do Observador ter contactado a representante portuguesa da marca eletrónica. Trata-se, por isso, de uma ação de phishing, em que se pretende obter diferentes dados, desde informações pessoais ou até bancárias, para manipular  virtualmente determinado utilizador.

Segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge