566kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Margarida Bentes Penedo

Convidado

Artigos publicados

Câmara Municipal Lisboa

Perguntas proibidas

O comboio do tempo é este: quem forma maiorias tem o poder de mandar calar quem quiser e exerce esse poder. Tornou-se um hábito banal.
Partido Chega

Erros que o Chega podia evitar

Se o Chega quiser ser entendido e respeitado como um partido de direita, tem de começar por combater as ideias que servem à esquerda. Não basta vociferar contra os partidos.
Política

Lisboa ou Portugal; esquerda; Partido Socialista

A única maneira de livrarmos Portugal da pobreza e do atraso é com um projecto de poder à direita. O primeiro gesto é identificar o PS como o grande obstáculo português.
Liberdades

Liberdade de expressão: uma incultura política

Quem cala uma ideia perigosa imagina que está a calar as consequências perigosas dessa ideia.
Meteorologia

Inundações, drenagem, e o mau exemplo do PS

Esta obra seria sempre necessária, com ou sem “alterações climáticas”. Não é recomendável seguir os maus hábitos da esquerda, nem assustar as pessoas com cenários catastróficos para se fazer política.
Câmara Municipal Lisboa

O PEV na pele do cordeiro

Destilada a retórica de um activista, o que fica é uma gema de anti-capitalismo puro, duro e luminoso.
Liberalismo

Liberalismo de Estado

Às vezes parece que a IL nos quer libertar de tudo o que não lhe compete, nem tem poder para isso, nem está nas suas mãos. Se a IL não servir para nos libertar do Estado, então serve para quê?
Câmara Municipal Lisboa

A obra do eng. Moedas é muito maior e está certa

Esta obra é um exemplo das coisas que se pedem ao Estado sem ter a noção dos custos e da complexidade. E daquilo que os responsáveis políticos prometem sem reconhecer nem os custos nem a complexidade.
Casas

O pêndulo de Lisboa

Dois terços dos empregos são ocupados por pessoas que não vivem cá. Estas pessoas não conseguem ter trabalho no concelho onde vivem, nem conseguem encontrar casas para viver dentro de Lisboa.
Metro de Lisboa

Linha vermelha

Agradeço penhoradamente os esclarecimentos dos administradores, mas o Metro não manda. Quem manda é o Estado. Não podemos aceitar respostas técnicas para justificar responsabilidades políticas.
Câmara Municipal Lisboa

Ver João Braga e mudar de passeio

Os governantes da direita não querem chegar-se à cultura, querem chegar-se à esquerda.
Câmara Municipal Lisboa

De miseráveis para miseráveis e por miseráveis

Parece que por serem pobres não podem participar nas marchas que entendem. Não sabem decidir sobre as suas vidas. A esquerda decreta quem tem ou não tem capacidade de cidadania.
História

Pássaros da mesma pena

É bom estudar a história das políticas e dos costumes para perceber que entre o Estado Novo, a PIDE, e o PCP, há muito mais em comum do que a esquerda quer plantar na nossa imaginação.
Câmara Municipal Lisboa

Um ano de Carlos Moedas em seis capítulos

Escrutínio; um certo travão; presépio nos Paços do Concelho; nenhum escândalo que se apresente; a propósito de atropelos; boas-maneiras.
Lisboa

Varrer o racismo para debaixo do tapete

“Todos devem ter a liberdade de expressar as minhas opiniões”, defendem implicitamente os próceres da esquerda bem-pensante. E a direita mais cobarde e estúpida está disposta a aceitar.
Ministério da Saúde

Aquela maternidade vai fechar outra vez?

O governo do PS, que reconhece o envelhecimento aflitivo da sociedade portuguesa, é o mesmo governo que fecha blocos de partos nas maternidades.
Governo

Erros de raiz

Hoje temos um país empobrecido e sem robustez para enfrentar um grave problema internacional. A conta dessa responsabilidade, essa sim, está no negócio político de António Costa.
Touradas

Uma iniciação

Há mais humanismo numa corrida de touros do que em anos e anos lectivos de “Educação para a Cidadania”.
Câmara Municipal Lisboa

Super Pop

Estes festivais de Verão reproduzem-se pelo país inteiro; é bom saber que os pagamos, quer compremos bilhete quer não.
Assembleia Da República

Vanglória e confusão

Santos Silva fez de conta que tem um acrisolado amor à democracia e à maneira como os imigrantes são tratados. Mas preside à AR indicado pelo partido que produziu um delator, chamado Fernando Medina.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.