Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Não sei se os alunos da Universidade de Coimbra ainda mantêm o espírito saudável de irreverência, ou se se tornaram conformistas. Mas o Reitor da Universidade deu-lhes uma boa oportunidade para desafiarem a autoridade suprema. Espero que muitos deles levem pregos, ou hamburgeres, para almoçarem nos jardins ou nos pátios da Universidade. Ora, se isso acontecer, o que farão as autoridades da Universidade? Proibem os alunos de comer o seu almoço?

Mas a decisão do Senhor Reitor também dá oportunidades de novas ofertas aos restaurantes de Coimbra. Eu começaria a oferecer, com descontos para alunos (pagariam o mesmo que na cantina), “pregos à reitor”, ou – recorrendo ao nome do Senhor Reitor, Amilcar Falcão – “bitoques à Falcão.”

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.