Volkswagen

Volkswagen paga 4.400 euros a cada cliente lesado nos EUA. E na Europa?

108

O grupo Volkswagen chegou a acordo com as autoridades norte-americanas para indemnizar com 4.400 euros cada cliente com veículos emissões manipulados, informa o "Die Welt". E na Europa?

JUSTIN LANE/EPA

A Volkswagen chegou a um acordo com as autoridades dos Estados Unidos, país onde o escândalo rebentou e onde foram afetados quase 600 mil carros, sobre as propostas concretas para retirar de circulação os veículos com motores a gasóleo adulterados com o kit fraudulento. Segundo o “Die Welt”, cada condutor lesado será recompensado com o equivalente a 4.400 euros, mas a empresa já disse que não irá fazer o mesmo na Europa.

O acordo será apresentado ao juiz esta quinta-feira, numa reunião preliminar vai realizar-se no Tribunal do Distrito do Norte da Califórnia, em São Francisco, pelas 8h00 locais (16h00 em Lisboa). O acordo permitirá evitar um processo judicial prolongado, acrescenta o “Die Welt”, que cita fontes financeiras.

Além da indemnização, a Volkswagen irá suportar todos os custos associados à retificação da fraude ao abrigo de um plano técnico que ainda não está finalizado.

Até agora, a Volkswagen colocou de lado cerca de 6.700 milhões de euros para fazer frente aos custos da manipulação dos programas informáticos que medem as emissões de gases, mas quer aumentar a quantia significativamente, segundo fontes conhecedoras da situação citadas pelo diário alemão. Contudo, segundo a Bloomberg, a unidade norte-americana da Volkswagen vai colocar de lado pelo menos 10 mil milhões de dólares.

Em janeiro foi noticiado, contudo, que a Volkswagen recusava dar o mesmo tratamento aos proprietários europeus que deu aos norte-americanos porque, nos EUA, não tinha sido possível chegar a um acordo com os reguladores locais sobre um plano técnico para retificar a situação. Em contraste, as autoridades alemãs aceitaram a estratégia da Volkswagen para corrigir as emissões, num plano que passa por atualizações de software e pela introdução de filtros de ar baratos.

Não iremos oferecer compensação na Alemanha ou em qualquer lado [da Europa] porque temos a solução para resolver o problema.

A Volkswagen tem sido pressionada a dar o mesmo tratamento aos consumidores europeus que aos norte-americanos. Uma das pessoas que tem feito essa pressão é Elzbieta Bienkowska, comissária europeia para a Indústria. A gigante automóvel viu-se envolvida nos últimos meses num escândalo depois de o fabricante alemão admitir ter instalado em 11 milhões de carros um software capaz de falsificar os valores das emissões poluentes dos motores a diesel.

Em Portugal, os veículos afetados pela fraude cometida pelo grupo Volkswagen são 125.491, segundo o relatório preliminar apresentado pelo grupo de trabalho criado pelo anterior governo de Pedro Passos Coelho.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carro

Vote no primeiro concurso em Portugal dedicado ao automóvel cuja votação é exclusivamente online. Aqui quem decide são os leitores e não um júri de “especialistas” e convidados.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carroVote agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: ecaetano@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site