Logo Observador
Festival Eurovisão da Canção

Salvador Sobral foi “literalmente perfeito”. Saiba o que se diz lá fora

27.607

Salvador Sobral qualificou-se para a final da Eurovisão. Espectadores e comentadores por toda a Europa (e Austrália) continuam de olhos postos no português. Descubra algumas das reações.

Salvador Sobral qualificou-se esta terça-feira para a final da Eurovisão com o tema “Amar Pelos Dois”, numa clara divergência de estilo face às outras atuações. E espectadores e comentadores por toda a Europa (e Austrália) continuam de olhos postos no português que é o segundo preferido à vitória nas casas de apostas.

O vídeo da atuação de Salvador, publicado na página oficial do Festival da Canção, atingiu na manhã dsta quarta-feira um milhão de visualizações. Atrás segue a concorrente da Albânia, com quase meio milhão. Nas redes sociais, onde as opiniões foram trocadas em tempo real, foram muitos os comentários de louvor à prestação portuguesa – muitos deles de estrangeiros. E isso não escapou aos media em quase todo o mundo. Reunimos algumas das principais reações.

Espanha

É de Espanha que vem o maior apoio a Salvador Sobral. Com o seu próprio concorrente, Manel Vanarro, qualificado automaticamente para a final, nuestros hermanos têm dado destaque ao português.

O maior de todos vem da RTVE, que não só deu destaque na sua homepage para a qualificação de Salvador como garante que “uma semi-final bastou para que se tornasse o favorito da Eurovisão. “Mais simples, menos ambicioso e mais delicado, já se colocou como adversário a Francesco Gabbani, de Itália, até agora primeiro classificado nas apostas”, escreve a televisão pública espanhola com o destaque que vemos na imagem em cima.

Já o El País diz que a qualificação de Portugal vem “com pouca surpresa” e coloca Salvador entre “os dez favoritos a vencer o festival”.

Reino Unido

A concorrente do Reino Unido, Lucie Jones, está também automaticamente qualificada para a final de sábado, mas nem por isso a imprensa deixou de prestar atenção à concorrência ontem apurada para a final. Muitos destacam a canção de Salvador como uma forte candidata.

“Salvador Sobral deu uma prestação comovente” e parece que “deixou o público a comer da palma da sua mão”, escreve o The Telegraph. E, apesar de Portugal ser o país que concorre há mais tempo sem nunca ter ganho, “podem ganhar tudo este fim-de-semana”. Escreve ainda o jornal britânico que “Salvador é um mistério, e um mistério que pode muito bem surpreender todos”. O The Guardian também destaca Salvador como um dos preferidos do público. “A voz de um anjo”, escreve o The Sun em maiúsculas.

“Altamente apostado” é como a BBC descreve o cantor que, garante, “recebeu uma das mais calorosas receções”.

Austrália

Convidados para a edição deste ano e representados pelo jovem Isaiah e a música “Don’t Come Easy” (que também passou à final), nem aos australianos escapou a participação portuguesa. O site News.com.au escreve que o português “derreteu corações e provocou uma das maiores ovações com o seu tema Disney-jazz”.

Irlanda

Brendan Murray é o escolhido dos irlandeses para viajar até Kiev. O seu futuro é decidido esta quinta-feira, na segunda semi-final. Por enquanto, o site RTE escreve que Portugal recebeu “o maior aplauso” e que “pode muito bem ser a primeira vez que ganham”. “Absoluta e pura magia” diz o Irish Examiner sobre o tema português: “Literalmente perfeito”. Diz-se pela Irlanda que “o som vintage e autêntico dos anos 60 está destinado a ser um clássico da Eurovisão. Se fosse por nós, ganhava”.

Alemanha

A Alemanha é outro dos países que está automaticamente qualificado para a final de sábado, representado pela cantora Levina. “[A canção] é tão despretensiosa, tão diferente, e tão concentrada na música que se torna desadequada para o grande palco da Eurovisão”, explicam os alemães do Heute. Contudo, “uma vitória para Portugal? Não está excluída este ano”.

Bélgica

A canção “City Lights”, da belga Blanche, foi uma das mais aclamadas da noite de ontem e qualificou-se para a final sem grandes surpresas. Mas é importante “não esquecer Portugal”, escreve o Ciné Tele Revue, “que ousou ser o único país da primeira semi-final a cantar na língua materna” e cuja atuação “está na linha da frente para a vitória”.

Países Baixos

Os Países Baixos ainda vão decidir o seu rumo na competição esta quinta-feira, com as três irmãs OG3NE. Para já, o site RTL dá Salvador como “a revelação deste concurso”. Vão mais longe ao dizer “Quem teria pensado? Que aquele rapaz estranho que apareceu em palco a parecer o Joe Cocker ia roubar os corações da Europa inteira?”

Eslováquia

A Eslováquia não participa na Eurovisão desde 2012, mas o site Webnoviny destaca Salvador como “o preferido da primeira semi-final”.

Esta quinta-feira decide-se em Kiev quais serão os últimos países a integrar a Grande Final. Portugal já lá está, e promete continuar a correr tinta pelo mundo fora. Nas redes sociais não faltam os famosos memes, os elogios estrangeiros, e a hashtag #Salvadorable.

Eurovisão. Salvador Sobral é o segundo favorito dos europeus – saiba quem vai enfrentar

O vencedor da Eurovisão é conhecido sábado, dia 13 de maio. A cerimónia começa às 21h00 em Kiev (20h00 em Portugal) com transmissão em direto no YouTube da organização.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Festival Eurovisão da Canção

Portugal: doze pontos

Alberto Gonçalves
2.492

A Eurovisão está para a música como o restaurante do Barbas para a literatura ou o clã Mortágua para a economia. Mas bastou reconhecer esta nação valente para que adquirisse o prestígio de Bayreuth.