Renault

Grand Scénic Hybrid. O primeiro híbrido Renault

A tecnologia híbrida chegou à Renault. A estreia surge através do Grand Scénic, de sete lugares, que conjugando o bloco 1.5 dCi com um motor eléctrico consegue ser o mais acessível da gama.

Autor
  • Francisco António

Até aqui sem qualquer modelo híbrido, mas apenas 100% eléctricos, a Renault acaba de alterar esta situação, apresentando a primeira proposta híbrida da marca: o Renault Grand Scénic Hybrid Assist, que está desde já disponível na rede de concessionários do construtor em Portugal, por um preço a partir dos 34.900€.

Versão de sete lugares do conhecido monovolume médio da marca do losango, o Grand Scénic Hybrid Assist destaca-se pelo facto de contar com um sistema de propulsão que recorre ao já conhecido motor de combustão a gasóleo 1.5 dCi de 110 cv, associado a uma caixa manual de seis velocidades. A diferença é que este Grand Scénic tem acoplada ao motor de combustão uma unidade eléctrica de 10 kW, alimentada por uma bateria de 48 volts localizada sob o piso traseiro, solução que permite operar o motor movido a electricidade com muito mais “força”, por ter quatro vezes mais tensão (48 em vez de 12 V) .

É claro que existe a bordo uma segunda bateria, essa convencional e a 12 V, para assegurar o funcionamento do resto do veículo, das luzes à buzina, passando pelo equipamento de bordo.Mas é a bateria com maior tensão que faz a diferença, ajudando o motor diesel nas acelerações (o que reduz os consumos e as emissões), para depois armazenar a energia recuperada durante as fases de desaceleração e de travagem.

Sem a possibilidade de recarregamento em tomada, este sistema permite ao Grand Scénic Hybrid Assist anunciar reduções nos consumos e emissões que podem chegar aos 10%. Com o modelo a anunciar médias de 3,6 l/100 km, ao invés dos 4 litros prometidos pela versão sem apoio eléctrico, e emissões de CO2 de 94 g/km, contra os 104 g da variante exclusivamente com motor de combustão. Sendo que, graças à inclusão do sistema híbrido, o monovolume francês vê o seu binário máximo aumentar para os 275 Nm, em vez dos 260 Nm habituais.

Apresentando como duas únicas alterações visíveis a assinatura “Hybrid Assist” no portão traseiro e o indicador de consumo ou de recuperação de energia, no painel de instrumentos, junto ao velocímetro, o Grand Scénic Hybrid Assist mantém-se, nos restantes aspectos, como um genuíno Grand Scénic. A começar pela manutenção das linhas e pintura em dois tons, as jantes de 20″ e a assinatura luminosa Renault com tecnologia LED Pure Vision na dianteira e Edge Light na traseira.

Já no interior continua o generoso espaço, a modularidade e a capacidade de carga, além da aposta na tecnologia, da qual sobressai o sistema de informação e entretenimento R-Link 2, com ecrã de 8,7″, e que inclui ainda a navegação 3D, telefone, aplicações, rádio, ar condicionado e correio electrónico, além da tecnologia de modos de condução Multi-Sense. Isto, sem esquecer um sem-número de sistemas de segurança e apoio à condução.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site