O Conselho Europeu aprovou hoje a entrada no euro da Lituânia, que passará a ser o 19º país com a moeda única europeia já a partir de 01 de janeiro do próximo ano.

A decisão hoje tomada faz com que a Lituânia se torne o terceiro país báltico na comunidade que partilha o euro, e dá ao país cinco meses para fazer a mudança.

A taxa de conversão foi fixada em 3,45280 litas por cada euro. A divisa da Lituânia já tinha um ´peg’ ao euro desde 2002.

Na reunião do Conselho a 20 de junho aos países da zona euro já tinham adotado uma recomendação a favor da entrada da Lituânia no euro, depois vários relatórios da Comissão Europeia e do Banco Central Europeu neste sentido.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A 27 de junho, o Conselho Europeu acompanhou a proposta da Comissão Europeia do alargamento da zona euro e elogiou o facto de a Lituânia ter cumprido os critérios de convergência necessários para entrar no euro.

O BCE deu parecer favorável a este novo membro a 14 de julho, e o Parlamento Europeu a 16 de julho.

A zona euro passará a ser composta pela Bélgica, Alemanha, Grécia, Espanha, França, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Holanda, Portugal, Áustria e Finlândia (desde 2002), pela Eslovénia (2007), por Chipre e Malta (2008), pela Eslováquia (2009), Letónia (2014) e a Lituânia a partir de 01 de janeiro do próximo ano.