O ministério da Saúde do Japão anunciou esta quarta-feira ter sido detetado o primeiro caso em 70 anos de dengue contraído dentro do país, adiantando que o contágio terá acontecido através de um mosquito que terá picado outra pessoa.

Apesar de se registarem anualmente cerca de 200 casos de cidadãos japoneses infetados por esta doença no âmbito de viagens ao exterior, desde 1945 que não se detetava nenhum a nível interno, informou um porta-voz do ministério numa conferência de imprensa.

A doente, uma adolescente que não saiu do país, sofreu febres altas em meados deste mês e foi internada num hospital de Saitama (norte de Tóquio), onde se encontra estável, explicou o porta-voz em declarações registadas pela agência Kyodo.

O Instituto japonês de Doenças Infeciosas está a investigar atualmente os 98 casos de japoneses infetados com o vírus durante viagens para outros países no período de um ano, para determinar a possível ligação com a infeção da jovem.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A doença é propagada pelo mosquito da febre-amarela Aedes aegypti e o mosquito tigre Aedes albopictus mas não se dissemina de pessoa para pessoa e é comum nas áreas subtropicais da Ásia, América Latina e África.

A Organização Mundial de Saúde estima que entre 50 e 100 milhões de pessoas no mundo sejam infetadas todos os anos por dengue, doença para a qual não existe vacina ou antiviral efetivo e cujos sintomas são tratados com medicamentos para baixar a febre.