Os trágicos eventos que marcaram 11 de setembro de 2001, em Nova Iorque, já inspiraram várias criações, do cinema à literatura. No espaço de 13 anos, surgiram filmes, documentários, livros e até músicas baseadas nas histórias reais vividas no dia em que o mundo mudou. São obras que prestam homenagem às vítimas, que retratam a atmosfera vivida nos momentos que se seguiram aos atentados ou o desenrolar das relações políticas que precederam ou que se seguiram ao dia em que um ataque terrorista destruiu as Torres Gémeas de Nova Iorque.

Conheça alguns exemplos:

Documentários

Fahrenheit 9/11 Dirigido e narrado por Michael Moore, o documentário retrata como os Estados Unidos se tornaram alvo de terroristas e o estado em que o país ficou depois do 11 de setembro. Lançado em 2004, o filme pretende mostrar como a administração Bush usou o trágico evento para pôr no topo da agenda norte-americana as guerras no Iraque e Afeganistão.

11’09”01 – 11 Perspetivas Documentário produzido em 2002 , com os acontecimentos ainda muito frescos na memória, que reúne 11 realizadores de 11 países diferentes – EUA, Reino Unido, França, Japão, México, Israel, Egito, Índia, Burkina Faso, Bósnia-Herzegovina, Irão. Cada um dá a sua visão dos eventos de Nova Iorque do 11 de setembro num curto filme de 11 minutos, 9 segundos e um frame – numa alusão à data.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

9/11 Um documentário improvável de dois irmãos franceses, Jules and Gedeon Naudet, que estavam em Manhattan a filmar um documentário com os bombeiros de Nova Iorque quando os atentados começaram. Sobreviveram e filmaram tudo.

The woman who wasn’t there Um documentário num registo diferente, que conta a história daquela que é conhecida como a maior impostora do 11 de setembro. Trata-se de Tania Head, uma suposta norte-americana sobrevivente do atentado que teria perdido o marido e que se tornou presidente de uma associação de sobreviventes. Só em 2006 se veio a saber que Tania é, afinal, Alicia Esteves Head, uma cidadã espanhola que nem sequer estava em Nova Iorque na altura da queda das Torres Gémeas. Nem nunca teve um marido vítima do atentado.

Filmes

Voo 93 Filme realizado em 2006, que mostra a sucessão de eventos que levou os passageiros do voo 93 da United Airlines a impedir que mais um avião fosse desviado por terroristas. O avião acabou por cair perto de Shanksville, Pensilvânia, salvando possivelmente milhares de vidas, incluindo a Casa Branca.

Estado de Guerra (The Hurt Locker) Um filme de 2008, que ganhou seis Óscares da Academia. Realizado por Kathryn Bigelow, acompanha um equipa de soldados do Exército norte-americano que tem uma das tarefas mais duras da guerra no Iraque: desarmar bombas em pleno local de combate. Não retratando diretamente os acontecimentos do 11 de setembro, mostra uma das guerras que lhe sucederam e como os EUA agem alegadamente em prol da defesa do mundo contra o terrorismo.

World Trade Center Filme de 2006 realizado por Oliver Stone e protagonizado por Nicholas Cage, que conta a história de sobrevivência e entreajuda de dois agentes da autoridade que ficam soterrados nos escombros depois de terem sido chamados ao local para ajudar os sobreviventes do primeiro embate.

Livros

O Homem em Queda Escrito por Don DeLillo, conta a história de um dos sobreviventes do atentado, que lida com as recordações que vão progressivamente emergindo e procura recuperar um sentido para a sua existência.

Netherland Uma obra de 2008, da autoria de Joseph O’Neill, que diz respeito à vida de um holandês que vivia em Nova Iorque à data dos atentados e que encontrou na prática do cricket um refúgio para superar o trauma.

102 Minutos Escrito por Kevin Flynn e Jim Dwyer, assume-se como um relato dramático da luta pela vida dentro do World Trade Center na manhã de 11 de setembro, quando todos os minutos estavam contados.

Músicas

Beastie Boys, An Open Letter To NYC

http://www.youtube.com/watch?v=LItOrlOi9SA

Paul McCartney, Freedom

Bruce Springsteen, The Rising

Gorillaz, D12 & Terry Hall, 911

Leonard Cohen, On That Day

Neil Young, Let’s Roll

Tori Amos, I can’t see New York

Chris Cornell, Ground Zero

Ryan Adams, My Blue Manhattan

Moby, We Are All Made Of Stars

Ani diFranco, Self Evident