Mundo

EUA impõem sanções à Coreia do Norte devido aos ataques à Sony

Obama tinha avisado que os EUA iriam responder "proporcionalmente" ao envolvimento da Coreia do Norte nos ataques à Sony. País asiático rejeitou ligação e propôs investigação conjunta.

Os EUA já impôs outras sanções à Coreia do Norte, devido ao seu programa nuclear

MICHAEL REYNOLDS/EPA

Os Estados Unidos vão impor sanções à Coreia do Norte como resposta pelos ataques informáticos contra a Sony Pictures Entertainment que as autoridades norte-americanas atribuem ao país asiático, avança esta sexta-feira a Associated Press. Esta será a primeira parte da resposta “proporcional” prometida por Obama depois de o FBI ter envolvido a Coreia do Norte no caso.

A administração Obama autorizou esta sexta-feira as sanções, que se juntam às punições impostas à Coreia do Norte devido ao programa nuclear. As medidas agora aprovadas deverão afetar diretamente três entidades do país asiático, incluindo uma agência de espionagem, segundo a AP.

Paralelamente serão sancionados 10 indivíduos que trabalham para estas entidades ou para o Governo norte-coreano. Segundo o New York Times, que cita a Casa Branca, as autoridades não estão certas do envolvimento destes indivíduos nos ataques à Sony, mas acusam-nos de terem participado em outros atos de provocação contra os EUA.

As sanções proíbem os visados de utilizar o sistema financeiro norte-americano e impede os cidadãos americanos de negociarem com a Coreia do Norte. Mas, de acordo com o jornal norte-americano, estas penalizações podem não passar de atos simbólicos, uma vez que o país já enfrenta duras sanções.

O FBI acusou em meados de dezembro a Coreia do Norte de estar por detrás dos ataques à Sony Pictures, devido ao filme “The Interview”, que conta a história de um golpe da CIA para matar o ditador norte-coreano Kim Jong-un. Barack Obama disse na altura que os EUA iriam responder de forma proporcional, no local e no momento que escolhessem.

A Coreia do Norte respondeu garantindo não ter qualquer ligação aos ataques informáticos e propondo uma investigação conjunta com os EUA.

Analistas e empresas de segurança online têm questionado as afirmações do FBI e do presidente Obama, defendendo que as provas apresentadas pelas autoridades norte-americanas não são suficientes para acusar a Coreia do Norte. Como escreve o New York Times, há quem defenda que os EUA podem ter sido enganados por hackers. Alguns dos analistas ouvidos pelo LA Times consideram que o nível dos ataques revela um conhecimento profundo do sistema interno da Sony e sugere que os ataques terão sido levados a cabo por alguém pertencente à empresa.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)