“Um gesto com elevado significado” para Portugal. Foi desta forma que o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, felicitou o Patriarca de Lisboa D. Manuel Clemente pela nomeação para cardeal.

“Trata-se de um gesto com elevado significado para o nosso país, e em especial para a Igreja e a comunidade cristã, dando continuidade à tradição histórica de o Patriarca de Lisboa ser também nomeado Cardeal”, salienta o gabinete do primeiro-ministro numa nota enviada à comunicação social.

A agência de informação católica Ecclesia revelou hoje que o papa Francisco nomeou 15 novos cardeais eleitores, provenientes de 14 países, entre os quais D. Manuel Clemente, Bispo de Lisboa.

A nomeação de D. Manuel Clemente, de 64 anos, marcada para 14 de fevereiro.

O Consistório para a criação dos novos 15 cardeais está marcado para 14 e 15 de fevereiro e decorre depois de um encontro de dois dias (a 12 e a 13) com todo o Colégio Cardinalício sobre a reforma da Cúria Romana.

A 22 de fevereiro de 2014 o papa já tinha criado 19 cardeais, dos quais 16 eleitores.