O papa criticou neste domingo uma sociedade machista que não dá espaço à mulher, durante um encontro na Universidade de Santo Tomás, em Manila, perante milhares de jovens. Francisco lamentou a “muito reduzida” presença de mulheres na cerimónia e defendeu que estas “têm muito mais a dizer na sociedade de hoje”.

“Às vezes somos demasiado machistas e não damos espaço à mulher, mas a mulher é capaz de ver as coisas com olhos diferentes dos dos homens”, acrescentou. Segundo o papa, “a mulher é capaz de fazer perguntas que os homens não conseguem entender”.

Francisco referia-se, em particular, a uma antiga menina de rua que lhe perguntou a razão por que sofrem os meninos. “Ela hoje fez a única pergunta que não tem resposta, e não chegaram as palavras e teve de ser dita com lágrimas”, sublinhou. Francisco disse ainda esperar que haja mais mulheres entre a multidão quando o próximo papa for às Filipinas.