O terrorista galego detido esta quarta-feira e condenado a um ano de prisão com pena suspensa por igual período por falsificação de documento, vai ser extraditado para Espanha, segundo avançou a SIC Notícias.

Héctor José Naya Gil, de 33 anos, de nacionalidade espanhola, foi detido na quarta-feira no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, quando tentava embarcar num voo para Caracas (Venezuela), com um passaporte venezuelano falso.

Já tinha sido sentenciado pela Audiência Nacional a 11 anos de pena de prisão em Espanha, por atentar contra instalações de radiotelevisão em Pontevedra e chegou a planear outro atentado contra uma sede local do PP espanhol.