Cento e dezasseis mil euros. Este é o preço aproximado pelo qual está à venda o uniforme do fundador da Gestapo e comandante na Força Aérea durante a Alemanha nazi. O fato de Hermann Goering, um dos mais fiéis defensores do nazismo durante a II Guerra Mundial, foi encontrado e está disponível para compra no Devon-Parade Antiques (em Inglaterra), conta o The Telegraph.

O porta-voz da empresa, John Cabello, explicou que “Goering estava muito acima do peso”, o que é provado pelo alargamento nas zonas de cosedura. E como “tinha a tendência para transpirar muito”, a túnica do fato tem manchas de suor. Além disso, o bolso esquerdo está mais folgado porque o comandante tinha o hábito de colocar a mão nessa algibeira enquanto caminhava entre o público.

Antes de estar à venda, o fato estava na posse de um colecionador suíço. Foi confecionado por um costureiro de Viena que fez muitos outros uniformes nazis durante a guerra. Os materiais utilizados são de baixa qualidade, algo que Cabello justifica com a dificuldade em arranjar bons tecidos quando a guerra progrediu.

E depois havia a necessidade de não chocar as pessoas: “Havia um esforço de Goering em aparecer menos bem vestido durante a última parte da guerra. Visto que ele costumava andar entre a população, não cairia bem se demonstrasse que estava a viver em opulência”, esclarece Cabello.

À venda estão a túnica original, as calças, a braçadeira, um cinto e uma réplica do chapéu do comandante. Goering suicidou-se em outubro de 1946.