Um gelado para mim, um gelado para ti, outro para quem o agarrar.

Chegou o calor e com ele a vontade de passar mais tempo ao ar livre, com coisas frescas por perto. Os gelados ganham um estatuto especial nesta altura, sobretudo aos olhos e ao paladar dos mais pequenos, que os colocam no primeiro lugar do top das sobremesas. Pelo menos cá em casa é assim. Se os deixasse, eram dois e três gelados por dia.

Os gelados de compra são tentadores e não dão trabalho, mas o ideal é deixar esses para quando não estamos em casa e preparar umas versões caseiras para os apetites agudos da época. Este gelado de baunilha e frutos vermelhos fica delicioso e vale bem o (pouco) trabalho que dá.

gelado_frutos_vermelhos4

Gelado de baunilha e frutos vermelhos

250 g de frutos vermelhos (framboesas e morangos, por exemplo)
60 g de açúcar (ou a gosto)
500 g de mascarpone
200 g de natas para bater (devem estar bem frias)
140 g de açúcar em pó (ou a gosto)
1 colher de chá de extracto de baunilha

Comece por fazer o coulis de frutos vermelhos: lave e parta a fruta em pedacinhos e leve ao lume num tachinho com o açúcar. Deixe cozinhar até o açúcar estar dissolvido e a fruta desfeita, uns 8/10 minutos. Passe por um coador e reserve.
Numa taça, bata o mascarpone com o açúcar e o extracto de baunilha.
Bata as natas com a batedeira elétrica até obter picos bem firmes.
Junte o mascarpone e bata mais alguns segundos com a batedeira, até ficar um creme uniforme.
Espalhe um pouco de coulis de frutos vermelhos no fundo do recipiente onde vai colocar o gelado. Espalhe a mistura de mascarpone e natas.
Verta um pouco de coulis por cima e, com um garfo, mexa um pouco o gelado, fazendo escorregar o molho para o meio do creme.
Alise e termine espalhando o restante coulis. Leve ao congelador até solidificar — o ideal é fazer de véspera.
Retire do congelador cerca de 20 minutos antes de servir.

Teresa Rebelo é autora do blogue Lume Brando.