Reed Hastings, ccofundador e presidente da Netflix, anunciou, em entrevista ao El Mundo, que o serviço de streaming de televisão pela internet vai chegar a Espanha em outubro de 2015. Ao Observador, fonte oficial da empresa disse que ainda ter plano concreto para Portugal, mas garante que o plano da empresa é terminar a expansão global até ao final de 2016.

O catálogo de séries disponíveis para visualização online no site espanhol será inferior ao que existe no norte-americano ou no britânico, mas os conteúdos serão dobrados ou legendados, com possibilidade de escolha para o espectador: este é quem escolhe se quer ver a versão original ou a adaptada.

No Netflix espanhol também haverá espaço para produções e cinema espanhol. O preço ainda não está fechado, mas a julgar pelo preço que é cobrado nos vizinhos França e Alemanha, deverá rondar os oito euros ao mês, diz a publicação. As séries “House of Cards” e “Orange is the New Black”, criadas pela própria Netflix, não vão estar disponíveis, porque os direitos sobre elas foram cedidos ao Canal+.

A pirataria é algo que não preocupa Reed Hasting. “É certo [que a pirataria] criou um público que está habituado a assistir a estes conteúdos na internet. Nós oferecemos uma alternativa muito mais simples e imediata do que a possibilidade de procurar um torrent“, disse. Para ilustrar, deu o exemplo do consumo de água: “As pessoas podem beber água da torneira, que é grátis”, mas mas ainda assim existe um conjunto de pessoas que  bebe água engarrafada”, afirmou.

A Netflix é uma empresa norte-americana, fundada por Reed Hastings e Marc Randolph, em 1997, que permite assistir a séries televisivas e filmes pela internet, mediante uma mensalidade. Desta forma, os utilizadores podem ver os conteúdos quando e onde quiserem, sem intervalos para publicidade, num computador, tablet ou smartphone. Só precisam de ligação à internet.