Rádio Observador

China

Banco central volta a cortar juros para tentar estancar sangria na bolsa

Taxas de juro de referência para os empréstimos, depósitos e o nível de dinheiro que os bancos têm de manter como reservas descem depois de mais uma volumosa queda na Bolsa de Xangai.

AFP/Getty Images

Autor
  • Nuno André Martins

O Banco Central da China voltou a intervir no mercado para tentar estancar a sangria que se faz sentir na Bolsa chinesa, e as repercussões que tem tido nos mercados a nível mundial, e aplicou o quinto corte na taxa de juro para os empréstimos e os depósitos a um ano em 0,25 pontos percentuais.

Depois de mais uma segunda-feira negra para os livros de história económica, o Banco Central da China voltou a agir para tentar controlar os danos, algo que tem feito, sem sucesso, nos últimos meses.

Agora, as autoridades chinesas decidiram cortar as taxas de juro, tanto para os empréstimos a um ano, como para os depósitos, em 25 pontos base. A taxa de juro aplicada aos empréstimos desce para 4,6%, enquanto a taxa de juro aplicada aos depósitos passa para 1,75%.

O banco central decidiu ainda cortar o nível de dinheiro que os bancos têm de manter como reserva, que sofre um corte de meio ponto percentual, para os 18%, o terceiro corte que sofre este ano.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Cooperação económica

De braço dado com Angola

José Manuel Silva

O momento político angolano é propício à criação de laços baseados na reciprocidade e na igualdade de tratamento, sem complexos de nenhuma espécie. A história foi o que foi, o presente está em curso.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)