Sport TV e Meo já chegaram a um acordo de princípio para que aquela plataforma continue a transmitir os cinco canais desportivos codificados, confirmou o Observador junto de fontes ligadas ao processo. O prazo (dilatado) dado pela Sport TV à PT/Altice (dona do Meo) terminava esta segunda-feira, mas ao longo do dia as duas partes mantiveram um diálogo permanente e ao final da noite chegaram a uma base para um futuro entendimento: o Meo aceitou as principais premissas da proposta da Sport TV; o canal de desporto codificado volta a estender o prazo e dá à PT/Altice até final do mês de setembro para que o contrato definitivo com o Meo seja assinado.

“O processo negocial entre a Sport TV e o Operador Meo continua com vista a garantir o serviço a todos os clientes Meo e assegurar que todos os operadores de televisão por cabo mantêm as mesmas condições de igualdade” afirmava já no início desta madrugada de terça feira uma fonte oficial da administração da Sport TV após contato do Observador.

O problema arrastava-se desde o final de julho, quando o contrato da Sport TV com todas as plataformas de distribuição chegou ao fim. NOS,  Vodafone TV e Cabovisão (que também pertence à Altice) chegaram a acordo e assinaram contrato. O Meo não. Após a compra da PT (dona do Meo) a Altice decidiu negociar vários contratos com os fornecedores de maneira a poupar cerca de 30% e queria incluir a Sport TV nessa poupança. Mas a Sport TV, detida em 50% pela Olivedesportos (de Joaquim Oliveira) e 50% pela NOS (a operação Triângulo que previa o capital tripartido, com entrada da PT, foi chumbada pela Autoridade da Concorrência), não aceitou qualquer redução, até porque já tinha negociado com as restantes plataformas e criaria um problema concorrencial se o fizesse.

A primeira solução proposta pela Sport TV foi prolongar o prazo por todo o mês de agosto e permitir ao Meo aceitar a proposta. Mas sem acordo a poucos dias do fim do prazo, o canal codificado de desporto equacionou desligar o sinal naquela plataforma, conforme noticiou o Expresso no fim de semana. Se não houvesse acordo, cerca de 200 mil subscritores da Sport TV no Meo ficariam assim sem acesso aos cinco canais desportivos codificados já esta terça feira. E  estariam depois em condições de rescindir com o Meo por quebra contratual da distribuidora.

Este principio de acordo encontrado ao final da noite de segunda-feira parece ir no caminho de um entendimento geral para a renovação de contrato. Os detalhes que estão por acertar têm contudo de ficar resolvidos ao longo deste mês de setembro, o novo prazo dado pela Sport TV aos donos do Meo. Além da principal Liga portuguesa (seis jogos por jornada), o canal codificado de desporto (através dos seus cinco canais HD) detém ainda os direitos de várias outras ligas de futebol, como a espanhola, a alemã, a russa, a brasileira, a holandesa, a belga e argentina. Passa também os jogos da Liga dos Campeões, da Liga Europa, do Europeu e do Mundial de futebol. Emite ainda várias grandes competições de outras modalidades desportivas, entre elas os principais opens de ténis e golfe, a NBA e a Fórmula 1.