Milhares de manifestantes bloquearam o trânsito e impediram as pessoas de entrar nas lojas em dia de Black Friday para exigir justiça para o adolescente negro morto por um polícia em Chicago.

As tensões em Chicago aumentaram depois de as autoridades divulgarem um vídeo na terça-feira que mostra um polícia a disparar 16 vezes num adolescente em outubro de 2014.

Aquele vídeo é o mais recente de uma série de abusos policiais registados nos Estados Unidos e que têm provocado violentos protestos e um debate intenso sobre racismo e o uso da força pela polícia.

Os procuradores e funcionários municipais têm estado sob fogo por terem esperado pela decisão do juiz para divulgar o vídeo.

Os manifestantes afirmaram que os tiros contra o jovem ilustram a mais profunda das injustiças, tanto em Chicago como em todo o país.