Duas jovens de 15 anos foram sentenciadas a prisão perpétua pelo brutal assassinato de Angela Wrightson, uma mulher inglesa de 39 anos de idade. O crime ocorreu em dezembro de 2014. As duas jovens terão de cumprir, pelo menos, 15 anos de prisão efetiva.

Angela Wrightson foi encontrada seminua no seu quarto em Hartlepool, Inglaterra, com mais de 100 feridas, incluindo 80 na cara. As raparigas, que na altura tinham 13 e 14 anos de idade, usaram uma pá, uma televisão e uma impressora como armas. Após oito semanas nos tribunais, foram condenadas por homicídio.

O juiz Justice Globe decidiu não revelar a identidade das jovens dizendo que estaria a colocar em “perigo eminente” as raparigas, sendo que a mais velha tentou suicidar-se várias vezes após o sucedido.

Globe revelou ainda que a mulher, com a alcunha de Alco Ange, era uma alcoólica que vivia sozinha mas que era “boa pessoa”. Foi também provado que a as raparigas usaram 14 armas diferentes para agredir de forma “cobarde” a mulher.