O homem que matou um polícia e a mulher em França foi identificado como sendo Larossi Abballa, solteiro de 25 anos e nascido em Mantes-la-Jolie, em Yvelines.

Um polícia francês e a sua mulher foram assassinados em Paris na noite desta segunda-feira. O homicida foi abatido pela polícia de intervenção que encontrou dentro da casa onde o homem se tinha barricado o corpo da mulher, bem como o filho do casal que se encontrava ileso.

Abballa já tinha sido condenado a três anos de prisão por “conspiração e preparação de atos terroristas” no julgamento de um caso de transporte de jihadistas para o Paquistão e Afeganistão, em 2013, informa o Le Monde. A pena de três anos foi reduzida em seis meses, enquanto o jovem cumpria a sentença.

O homem estaria também ligado a um grupo terrorista na Síria que estava a ser investigado pela polícia francesa. As forças policiais não consideraram contudo que Abballa constituísse uma ameaça.

Durante a noite do ataque o jovem identificou-se como membro do autoproclamado Estado Islâmico, sendo que o grupo terrorista já reivindicou as duas mortes através do seu próprio órgão de comunicação, a agência A’maq.

Larossi Abballa já tinha sido acusado de vários outros delitos, entre os quais roubo, violência e transação ilegal de bens.