Ana Pastor, ex-ministra de Mariano Rajoy, foi esta terça-feira eleita presidente da Mesa do Congresso de Deputados, superando o candidato socialista Patxi López graças aos votos de deputados do partido Ciudadanos (e, claro, do Partido Popular). As abstenções dos partidos nacionalistas e independentistas também ajudaram à eleição de Ana Pastor.

Os 169 votos obtidos pela antiga ministra do Fomento, à segunda volta, ultrapassaram os 155 obtidos por Patxi López. Houve 25 votos em branco e um nulo.

Patxi López, que ocupava o cargo e tentava a reeleição, já reconheceu a derrota, através da sua conta no Twitter.

Ana Pastor é figura de destaque no Partido Popular desde 1999, escreve o El País. Rajoy era, na altura, ministro da Educação e Cultura. Ana Pastor ocupou pela primeira vez uma pasta ministerial pela primeira vez em 2002, como ministra da Saúde de José María Aznar. Com o Partido Popular de regresso ao governo, depois da era Zapatero, Mariano Rajoy chamou-a para ministra da Segurança Social em 2011.

Foi, também, reeleito esta terça-feira o presidente do Senado — Pío García-Escudero.

Notícia corrigidas às 11h55 com a retificação da pasta ministerial ocupada por Ana Pastor no governo de Mariano Rajoy.