Rádio Observador

Terrorismo

Valls “aberto a proibição” temporária de financiamento a mesquitas

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, manifestou-se "aberto a uma proibição temporária" do financiamento estrangeiro das mesquitas, após uma série de ataques no país reivindicado por 'jihadistas'

CHRISTOPHE PETIT TESSON/EPA

Autor
  • Agência Lusa

Manuel Valls também considerou, numa entrevista ao jornal Le Monde, “um fracasso” que um dos homens que atacou uma igreja e matou um padre no início desta semana estivesse em prisão domiciliária com pulseira eletrónica antes de perpetrar o ataque.

“Isto deve levar os magistrados a ter uma abordagem diferente, caso a caso, tendo em conta as práticas de dissimulação bastante fortes dos ‘jihadistas'”, disse Valls.

Um dos autores deste ataque foi indiciado em março de 2015 por ligações a uma organização terrorista e esteve a cumprir uma pena em prisão domiciliária monitorizada eletronicamente. Os dois morreram abatidos pela polícia depois de na terça-feira terem feito cinco reféns numa igreja da Normandia e matado um padre.

Os autores do ataque reivindicaram a sua ligação ao grupo extremista Estado Islâmico, que confirmou a relação.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)