O Presidente da República participa esta sexta-feira em Madrid no XI encontro da COTEC Europa, que terá como tema a promoção de uma “Economia Circular” e contará com a participação dos chefes de Estado de Espanha e Itália. A reunião conta com a presença de empresários portugueses, espanhóis e italianos, e ainda do comissário europeu da Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, e começa com uma sessão técnica às 9h45 (8h45 de Lisboa), na qual irão intervir os diretores da organização dos três países, entre os quais o português Jorge Portugal.

A sessão de encerramento tem início às 12h30 (11h30) e terá intervenções do Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, do Presidente italiano, Sergio Mattarella, e do rei espanhol, Felipe VI.

A Cotec Europa foi criada com o objetivo de “ajudar a suprimir as especificidades características das economias do Sul e que constituem barreiras à Inovação”. A organização facilita a concertação de posições junto das entidades europeias e contribui para melhorar as políticas públicas, ajustando-as às necessidades das empresas.

Segundo fonte da Cotec Portugal, a “Economia Circular” tem vindo a ganhar relevância na associação formada pelos três países do sul da Europa. Este conceito económico está interligado com a sustentabilidade e tem como objetivo que o valor dos produtos, materiais e recursos se mantenham na economia durante o maior tempo possível, reduzindo ao mínimo a criação de resíduos.

Pretende-se implementar uma “nova economia” circular, baseada no princípio de “fechar o ciclo de vida dos produtos, serviços, resíduos, materiais, água e energia”.

A primeira Cotec foi fundada em Espanha, em 1990, por iniciativa do então rei Juan Carlos, e nove anos depois, em 2001, surgiu a sua congénere italiana. A Cotec Portugal – Associação Empresarial para a Inovação, foi constituída em abril de 2003, na sequência de uma iniciativa do então Presidente da República Jorge Sampaio. A COTEC Europa foi fundada em 2003, com a adesão da COTEC Portugal ao grupo já formado por Espanha e Itália.