Acidentes e Desastres

Criança de dois anos morre após queda do sexto andar na Póvoa de Santa Iria, na Grande Lisboa

334

Incidente resultou na morte da criança, que estava com um irmão e a avó. Segundo a PSP, terá sido um momento de distração. Quando o INEM chegou ao local, já não conseguiu reanimar o bebé de dois anos.

Ant

Uma criança de dois anos morreu, a meio da manhã deste domingo, na sequência de uma queda de um sexto andar num prédio na Quinta da Piedade, na Póvoa de Santa Iria (Vila Franca de Xira).

O INEM foi contactado às 10h51, adiantou fonte do serviço de emergência ao Observador. Os bombeiros da Póvoa de Santa Iria, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Vila Franca de Xira e uma equipa de psicólogos foram enviados para o local.

Contactado pelo Observador, fonte oficial da PSP explicou que o bebé estava na residência da avó materna, com os pais ausentes, e com um irmão de quatro anos. Num “momento de distração”, a criança caiu de uma janela virada para as traseiras do edifício.

Quando se deu conta do que tinha acontecido, explicou a mesma fonte, desceu para recolher o corpo e voltou a levá-lo para casa. Foi em casa que foi declarado o óbito.

À chegada da equipa de emergência, o bebé já se encontrava em paragem cardiorrespiratória. O óbito foi declarado no local, “apesar das manobras de reanimação ainda tentadas”, afirmou o Comandante dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Santa Iria, António Carvalho, à Lusa. O pai terá chegado depois, à residência da avó materna.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rporto@observador.pt
Winston Churchill

A arrogância da ignorância /premium

João Carlos Espada

Como devemos interpretar que um dirigente do segundo maior partido britânico venha dizer em público que o líder do mundo livre durante a II Guerra, Winston Churchill, foi um “vilão”?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)