Dark Mode 197kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Mãe de sem-abrigo de Manchester encontra-o pela televisão

Este artigo tem mais de 3 anos

Chris Parker vive nas ruas de Manchester e na noite do atentado terrorista ajudou dezenas de pessoas que fugiam feridas ou assustadas. Virou herói e reencontrou a mãe que o viu na televisão.

i

NIGEL RODDIS/EPA

NIGEL RODDIS/EPA

Chris Parker é um sem-abrigo, habituado a dormir e a pedir pelas ruas de Manchester, e foi também um dos heróis da noite de terror no Manchester Arena, onde um atentado terrorista fez 22 vítimas mortais e 59 feridos no final do concerto de Ariana Grande. Chris ajudou pessoas que fugiam do terror, algumas delas feridas gravemente, e a sua atitude colocou-o sob os holofotes mediáticos. A mãe, que não o via há cinco anos, reencontrou-o assim.

Jessica estava a ver televisão quando viu o seu filho, que estava a ser referido como um herói. Escreveu um post na sua página no facebook com um apelo direto: “Este é o meu filho que tem estado afastado de mim há algum tempo. Eu não fazia ideia que ele era um sem-abrigo, mas foi extremamente corajoso na noite passada. Por favor entra em contacto comigo, Chris Parker”.

O reencontro aconteceu na sexta-feira passada, de acordo com o The Telegraph, que conta que os dois falaram primeiro ao telefone, numa conversa muito emotiva em que, a dada altura, Jessica lhe perguntou se ele queria encontrar-se. A resposta de Chris foi, segundo a mãe: “Sim, quero. Eu preciso da minha mãe”.

As ações de Chris Parker naquela noite, à porta do Manchester Arena, acabaram por mobilizar uma onda solidária de angariação de fundos para ajudar o sem-abrigo a mudar de vida, com as contribuições das pessoas a atingirem quase 60 mil euros. “Ele ficou completamente assoberbado com tudo isso”, disse Jessica ao The Telegraph sobre a reação do filho perante a angariação de fundos: “Ele nunca imaginou essa quantia de dinheiro”.

Este não foi o único herói daquela noite, outro sem-abrigo, Steven Jones, ajudou dezenas de pessoas que fugiram depois do atentado suicida, reivindicado pelo Estado Islâmico, no Manchester Arena. Jones foi também alvo de uma campanha de angariação de fundos e chamou a atenção do presidente do West Ham que acabou por anunciar que pretendia ajudá-lo com o alojamento.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.