Rádio Observador

Maus-tratos a Animais

Espanha. Jovem chuta um coelho e grita “Cristiano Ronaldo”

517

A polícia espanhola e a Guardia Civil estão a tentar identificar um jovem que se filmou a chutar um coelho e a gritar "Cristiano Ronaldo", para que seja acusado de crueldade animal.

Aviso: as imagens podem chocar os leitores mais sensíveis

As autoridades espanholas abriram uma investigação para averiguar a identidade de um jovem que se filmou a chutar um coelho. No vídeo, que já se tornou viral por revelar um ato de crueldade animal, o jovem grita “Cristiano Ronaldo”.

As imagens correm o Twitter e o Facebook e o apelo é geral: que se encontre o responsável e seja feita justiça. Muitos utilizadores pedem também que se descubra quem filmou o ato.

As imagens podem chocar os leitores mais sensíveis.

Em Espanha, apesar da tradição tauromáquica, a crueldade animal pode ser punida entre três meses a um ano de prisão. Contudo, a legislação apenas menciona “animais de estimação”, e não garante proteção legal a animais selvagens ou usados em espetáculos.

Dentro do tópico, uma das maiores discussões em Espanha é o cumprimento das diretivas europeias que dizem respeito ao tratamento ético de animais, especialmente os animais utilizados para dar resposta ao mercado alimentar.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
PAN

Da gaveta (também) saiu o IRA

Vicente Ferreira da Silva
567

A causa animal é uma boa causa. Ultrapassa a minha compreensão o mau trato aos animais. Mas o que o IRA está a conseguir é pôr em causa a causa animal e radicalizar ainda mais as posições face ao tema

Feminismo

Liberdade p/assar /premium

Alberto Gonçalves
363

O descaramento do MDM e associações similares é infinito. Uma coisa, já de si irritante, é a sensibilidade contemporânea a matérias tão insignificantes que não ofenderiam o antigo arcebispo de Braga.

Natalidade

Como captar os votos de um jovem casal?

Ricardo Morgado

O nascimento de uma criança altera, complemente, a vida de um jovem casal. Para que tal aconteça mais vezes, é essencial que o Estado saiba responder às suas necessidades e a algumas urgências.

Toxicodependência

Fernanda Câncio, a droga não é "cool"

Henrique Pinto de Mesquita

Venha ao Bairro do Pinheiro Torres no Porto. Apanhamos o 204 e passamos lá uma hora. Verá que as pessoas que consomem em festivais não são bem as mesmas que estão deitadas nas ruas do Pinheiro Torres.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)