Da próxima vez que olhar para o céu estrelado, lembre-se que cada um daqueles pontos brilhantes podem ser corpos celestes a milhões de anos-luz dos seus olhos. Podem ser bolas gigantes de fogo, podem ser planetas tempestuosos ou belas galáxias muito distantes de nós. Estão tão longe que podemos estar a olhar para a luz que emitem e já nem sequer estarem lá. É como olhar para o passado. E é para celebrar a magnificência do mundo que está por cima das nossas cabeças que o concurso Insight Astronomy Photographer of the Year já vai para a sua oitava edição.

Os astrofotógrafos de todo o mundo enviaram imagens daquilo que foram encontrando nas suas aventuras pelas montanhas ou em simples eventos de observação noturna junto às cidades. O resultado são fotografias que mostram o tamanho do mundo que habitamos — e quão pequeno somos ao pé dele. Veja na fotogaleria as finalistas do concurso e recorde os vencedores dos anos anteriores.