As Nações Unidas estimaram que cerca de 37 milhões de pessoas sejam afetadas pelo furacão Irma, de categoria máxima, 5.

O porta-voz da ONU Stephane Dujarric informou que uma equipa humanitária já foi enviada para a ilha de Barbados, para trabalhar com a Agência Caribenha de Gestão de Desastres e Emergências para ajudar as vítimas do furacão. Mais equipas estão a aguardar para serem enviadas para o terreno.

Dujarric disse aos jornalistas na sede da ONU, em Nova Iorque, na quarta-feira, que dirigentes das Nações Unidas no Haiti estão a apoiar o Governo e destacaram funcionários para o norte do país, que poderá ser mais duramente atingido.

Os ‘capacetes azuis’, que estão a terminar a missão, destacaram duas unidades e alguns engenheiros para a cidade costeira de Gonaives, para abrirem estradas no norte do Haiti. Segundo Dujarric, efetivos do exército e polícia da ONU estão também prontos para ajudar a Polícia Nacional do Haiti.