São 25 os ex-ministros dos negócios estrangeiros, todos de nacionalidades diferentes, que enviaram uma carta ao congresso americano a pedir para manter o acordo nuclear com o Irão. A 13 de outubro Donald Trump não renovou o “Plano de Ação Conjunto Global” (JCPOA, em inglês), passando a decisão de manutenção do tratado para o órgão legislativo federal americano.

Jaime Gama é um dos assinantes da missiva, junto com nomes como Madeleine Albright ou George Papandreou. Os antigos diplomatas enviaram a carta em nome do “Aspen Ministers Forum”, organização apartidária que junta vários líderes internacionais. No documento os antigos políticos apelam ao congresso para não tomar nenhuma ação que “expanda, altere ou renegoceie os termos do JCPOA”.

A carta explica que os outros países que são parte no acordo – o Reino Unido, a China, a França, a Alemanha, a União Europeia e a Rússia – consideram que o Irão está a cumprir o estipulado no acordo, ao contrário do que o presidente dos Estados Unidos da América tem afirmado.

A carta enviada pelos 25 ex-ministros dos negócios estrangeiros (inglês)