O Governo tenciona enviar para a Assembleia da República, no início de 2018, as alterações à lei de segurança privada, anunciou esta sexta-feira o ministro da Administração Interna.

No final da reunião do Conselho de Segurança Privada, Eduardo Cabrita adiantou que, até ao final deste mês, será enviada a proposta para as entidades que estiveram presentes no encontro de sexta-feira.

“Tendo em conta as propostas e considerações hoje feitas, será circulada por todas as entidades que aqui estiveram, até ao final do mês de novembro, de modo a que o processo legislativo permita que no início de 2018 a lei de segurança privada possa ser enviada à Assembleia da República para discussão e aprovação”, adiantou o ministro.