Rádio Observador

António Costa

António Costa. Maior défice não é das finanças, mas o que acumulamos de ignorância

2.911

António Costa, defendeu que Portugal precisa de ultrapassar o défice "do desconhecimento", o do que "acumulamos de ignorância". Este é "maior défice" que o país tem.

MANUEL ARAÚJO/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, defendeu este domingo que Portugal precisa de ultrapassar o défice “do desconhecimento e da ausência de formação”, considerando que este é “maior défice” que o país tem.

“O maior défice que temos não é o défice das finanças, é o que acumulamos de ignorância, de desconhecimento, de ausência de educação, de ausência de formação, de ausência de preparação. E é esse défice histórico que nós temos que vencer, se quisermos, e não podemos deixar de querer (…) sermos melhores do que os melhores”, afirmou António Costa, no Porto, na cerimónia de entrega dos prémios Manuel António da Mota.

Segundo o primeiro-ministro, o país precisa de concretizar essa ambição.

Corrigido com clarificação do título.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições na Madeira

Na Madeira /premium

Maria João Avillez

Que dizer do receio semi-escondido do PS de não ter maioria absoluta versus o sonoro alívio manifestado ontem pelo mesmo PS por a Madeira se ter livrado dessa praga horrível?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)